A renovação de um sótão muito especial

Paulo, proprietário deste sótão (juntamente com Maria, seu parceiro) e o arquiteto responsável pela reforma, conta que “a primeira vez que entramos na nossa futura casa e escritório –Twobo é o estudo de arquitetura que ambos dirigem– nos deparamos com um piso revestido de madeira e pisos escuros e com uma distribuição que impedia a entrada de luz direta”. Assim, a reforma da aposta por espaços arejados e luminosos.
“A casa, já esvaziada de seus divisores de sala, que continha um grande número de requiebros devidos aos pátios de ventilação, o oco da escada… O projeto foi surgindo a partir desta geometria quebrada, de ir ocupando os espaços, sem divisórias, apenas colocando as várias peças que dão lugar a cada área”, conta.
Por outro lado, o interior está cheio de memórias. O apartamento pertencia aos avós de Maria. Mas, além disso, foram incorporando mobiliário projetado por eles mesmos ou com um significado especial. Aqui, cada peça tem uma pequena história para contar.

Espaço criado por twobo arquitetura – Encontre inspiração para terraços mediterrânicas

De uma olhada
Quem vive aqui: Paulo Twose e Maria Pancorbo (ambos parceiros do estudo Twobo junto com Alberto Twose), Mateus (4 anos) e Telmo (11 meses)
Metros quadrados: 140 metros quadrados de habitação e 200 metros de terraço. O programa conta com sala de estar e jantar, cozinha, higiene pessoal de cortesia e um quarto principal com casa de banho (primeiro andar), e uma sala de jogos com banheiro e dois quartos em suite (nível superior). Além disso, uma ampla varanda.
Localização: Bairro de Gracia, em Barcelona
Reforma e decoração: Twobo
Dado curioso: O andar, que anteriormente pertenceu aos avós da proprietária, está porta com porta com o estúdio de arquitetura
Como já comentado, a cobertura conta com 200 metros quadrados de terraço. “As varandas são um trabalho em curso. Quando chegamos estavam completamente vazias. Pouco a pouco estamos conquistando, criando pequenas áreas independentes umas das outras”, diz Paulo.
A casa original era feita com um grande número de peças separadas. A reforma foi agrupado estadias, deixando a maior parte delas abertas: cozinha, sala de jantar, sala de estudo, sala de jogos, lavanderia. Isso sim, se conservaram, três quartos como os quartos.
Como Paulo e Maria queriam separar moradia e estudo de arquitetura, dividiram o espaço, que antes era uma unidade. Maria e Pablo estão muito satisfeitos de ter o local de trabalho, porta com porta com sua casa: “Te de muita flexibilidade e na hora de conciliar família e trabalho”, dizem.

Espaço criado por twobo arquitetura – Mais projetos de salas contemporâneos

No salão reina o mobiliário de-obra: o sofá e a grande estante. E é que estas peças “são uma referência a uma arquitetura que vimos e estudamos, com detalhe, a dos anos 50, em Barcelona. Também pode-se dizer que é uma arquitetura que vivi de pequeno, em primeira mão, pois o meu avô, Manuel Valls, era arquiteto e morava em uma casa projetada por ele, com sofás e estantes-de-obra”, detalha Paulo.
Em concreto, são usadas peças de rasilla pintadas em branco e acompanhadas de cojinería para formar assentos mais confortáveis e macios.

Espaço criado por twobo arquitetura – Descubra ideias de decoração para salas atuais

A mesa de centro é um projeto do estúdio, que, ao lado de Anna Simonet, foi lançada a assinatura de design de mobiliário e iluminação Fragments BCN. Em concreto, trata-se do modelo Letamendi, pois as peças são provenientes de um edifício que estavam derrubando localizado na praça de barcelona.
“Resgatamos 480 azulejos hexagonais com as que nós fizemos uma série limitada de 60 mesas. Cada uma é um corpo fixo de seis telhas mais dois outros que podem ser colocados em diferentes posições. Em casa, nós instalado duas mesas juntas”, diz Paulo.
Também o chão da cozinha é de azulejo hidráulico resgatada de edifícios a demolição de Barcelona.
O motivo por que a lâmpada de teto Disa (projeto de José Antonio Coderch) é colocado a uma altura tão baixa também é muito pessoal: “A lâmpada pertencia a meu avô, que foi muitos anos, sócio de Coderch, e em sua casa era colocada à mesma altura, ao lado do sofá”.
A cozinha é concebido semi-aberta, com um enorme pasaplatos que a integra ao salão.”Gostaríamos que participasse da casa com intensidade, mas, ao mesmo tempo que tivesse um espaço próprio. Por isso, desenvolvemos uma espécie de baldaquino de ferro que lhe dá ‘proteção’. Além, umas grandes janelas, separam visualmente a área de despensa”, diz Paulo.
O mobiliário se dispõe em “U”, combinando os módulos brancos com as bancadas de cozinha em carvalho. Para o dissipador, um projeto de Duravit, escolheu-se a porcelana.
“Na cozinha fazemos muita vida. Está situado ao lado da varanda e as crianças entram e saem o tempo todo. Além disso, temos uma bela vista da cidade”, diz Paulo.

Espaço criado por twobo arquitetura – inspire-se com fotos de salas de jantar atuais

Na sala de jantar, encontramos uma das grandes descobertas do assoalho: as tijoleiras no teto. De fato, quando viram que sob os tectos falsos se escondia um dos últimos forjados de volta catalã que se deveriam construir em Barcelona, não hesitaram em incorporá-lo ao projeto.
Outro dos elementos que salvou foi a mesa de jantar de mármore, que pertencera aos avós de Maria. Para isso, mudaram as pernas e dedicação ao polimento da superfície.
Para as cadeiras optou por um modelo em vime com estrutura metálica pintada em preto. A lâmpada de assoalho do fundo, é o modelo Toio, projeto de Achille e Pier Giacomo Castiglioni.
A lâmpada é um projeto inédito de seu avô, Manuel Valls. “Voltamos a produzir no escritório, já que só tínhamos um protótipo que se encontrava em mau estado”, conta.

Espaço criado por twobo arquitetura – Ver mais exemplos de salas de jantar atuais

O que era uma simples zona de passo converte-se em um banco com uma pequena prateleira. O móvel à medida que percorre toda a parede da sala de jantar é interrompida por uma janela, onde se improvisava este agradável e luminoso, com um canto de leitura.

Espaço criado por twobo arquitetura – inspire-se com exemplos de quartos nórdicos

O quarto principal está forrado de madeira. “Nós fizemos isso por um lado para insonorizadas com o vizinho e, por outro, para dar-lhe calor”, diz Paulo. Em todo o caso, há uma aposta pintar as tábuas da parede em branco, multiplicando, deste modo, a sensação de luminosidade.
Como já sucedia na área de jantar, junto à janela, você tira todo o partido do espaço, integrando um pequeno escritório feito em madeira de carvalho.
Em seguida, o que parece uma ampla frente de armário, na verdade, camuflagem, um closet feito à medida.

Espaço criado por twobo arquitetura – Mais projetos de casas-de-banho escandinavos

Este é um dos banheiros do sótão, com piso hidráulico. O revestimento de cimento na zona de duche se combina com as paredes forradas em madeira.
A renovação de um sótão muito especial

Categories Uncategorized