Como trabalhar na Receita Federal?

concurso-Receita-Federal

Para trabalhar na Receita Federal é necessário ser aprovado em concurso público. Algo que, por sinal, o órgão já não realiza há 5 anos. A boa notícia é que um pedido de autorização foi recentemente enviado ao Ministério da Economia e, devido a urgência na reposição de servidores que se aposentaram ou foram exonerados, a permissão não deve demorar a sair.

O concurso Receita Federal deverá oferecer um total de 2.153 vagas, sendo 1.423 para Analista Tributário e 700 para Auditor Fiscal. Ambos os cargos exigirão dos candidatos nível superior completo em qualquer área de formação. Já os salários iniciais para os aprovados são a cereja do bolo, sendo R$ 12,1 mil para Analistas e R$ 21,4 mil para Auditores.

Não à toa trata-se de um dos concursos mais visados pelos concurseiros, afinal de contas, além da satisfação profissional de atuar em um dos órgãos mais respeitados do país, a remuneração é capaz de mudar a vida de qualquer pessoa. Ou seja, vale muito a pena tentar!

Mas para passar no concurso Receita Federal 2019 você precisa, além de foco e determinação, saber exatamente quais conteúdos priorizar durante os estudos.

Pegando como base os últimos editais onde os cargos de Analista Tributário Receita Federal e Auditor Fiscal Receita Federal foram contemplados, as disciplinas que podem fazer parte do conteúdo programático do próximo certame, são as seguintes:

– Analista Tributário:

  • Língua Portuguesa
  • Língua Espanhola ou Língua Inglesa
  • Raciocínio Lógico-Quantitativo
  • Direito Constitucional e Administrativo
  • Administração Geral
  • Direito Tributário
  • Contabilidade Geral
  • Legislação Tributária e Aduaneira
  • Informática

– Auditor Fiscal:

  • Língua Portuguesa
  • Língua Espanhola ou Língua Inglesa
  • Raciocínio Lógico-Quantitativo
  • Administração Geral e Pública
  • Direito Constitucional
  • Direito Administrativo
  • Direito Tributário
  • Auditoria
  • Contabilidade Geral e Avançada
  • Legislação Tributária
  • Comércio Internacional e Legislação Aduaneira

Todos os candidatos aprovados nas provas objetivas fizeram ainda uma prova discursiva, onde eram avaliadas a capacidade de argumentação, a sequência lógica do pensamento, o alinhamento do tema e a cobertura dos tópicos apresentados.

Vale aqui esclarecer uma coisa, o fato de termos citado alguns conteúdos específicos não significa que apenas esses serão cobrados. Claro, há grandes possibilidades de que apareçam sim no próximo edital, o que não exclui o fato de que outros novos assuntos também podem se fazer presentes. Portanto, caso isso aconteça, não deixe de dar a devida atenção.

Bom, como você viu o edital Receita Federal tende a ofertar uma grande quantidade de oportunidades e com salários altíssimos se comparados a média do mercado, fatos que certamente contribuirão para que haja um grande número de inscritos. Portanto, é necessário estar pronto para encarar essa concorrência acirrada e conquistar a sonhada vaga.

Para isso, conte com a ajuda do melhor curso online para Receita Federal. Somente nele você verá apenas conteúdos que realmente têm chances de serem cobrados, assistindo videoaulas de apenas 30 minutos, todas organizadas em formato de plano de estudos para que sejam visualizadas sempre na ordem correta. Isso significa economia de tempo e um aumento significativo em suas chances de ser aprovado no concurso.