Um novo lar para um jovem músico

Materiais reciclados e a busca da luz natural marcam as diretrizes da reforma realizada por DTR Studio em um apartamento próximo ao bairro granada de Albaicín. A encomenda está a cargo de um músico e o conceito de ‘open space’ permite desfrutar de todas as orientações, graças a divisões existentes foram substituídos por armários de madeira reciclada.

Espaço criado por DTR_studio arquitetos – inspire-se com exemplos de salões industriais

De uma olhada
Quem vive aqui: um músico
Localização: centro da cidade de Granada
Arquitetos: José Maria Olmedo e João Miguel Vázquez, de DTR Studio Arquitetos
Área: 100 m2
Orçamento: 75.000 euros (mobiliário incluído)
Foto: Cristina Beltran
Um canto do último andar de um edifício dos anos 60 possui esta moradia restaurada para se adaptar às necessidades de seu dono: um músico de granada. Suas exigências quando encomendou o projeto a DTR Studio foram abrir espaços e contar com áreas de armazenamento para o vinil e guitarras, além de uma área de toca-discos.

Espaço criado por DTR_studio arquitetos – Encontre inspiração para cozinhas industriais

Ao estar no último andar do imóvel a moradia era bastante ensolarada. O primeiro que se levantou dos arquitetos foi aproveitar a luz natural e suas diferentes orientações modificando a distribuição original, que era muito convencional.
Um longo corredor em L distribuir o programa, composto por sala e 4 quartos que davam para o exterior, e as áreas molhadas (cozinha, lavanderia, wc e casa de banho com janela para o pátio interior.

Espaço criado por DTR_studio arquitetos – Encontre inspiração para salões industriais

Apesar de excluir todas as divisões existentes se tratou de ‘costura’ a intervenção com elementos originais da casa que lhe aportasen personalidade e memória. Para isso, foi mantida a estrutura de concreto que percorre toda a casa e contribui para delimitar os espaços. José Maria Olmedo explica esta decisão: “adoramos o conceito de viga alta, que já faz parte da história das primeiras estruturas de concreto”.
Seguindo esta linha também se preservou o piso de madeira maciça de carvalho de ripas de 15 x 5 cm “Uma tipologia hoje em desuso, mas que transmite a coerência com o projeto”.

Espaço criado por DTR_studio arquitetos – Descubra ideias de decoração para projetos residenciais urbanos

Uma vez que foram os divisores de sala, os arquitetos adotaram a solução de colocaruna linha de armários que marcasse a divisão entre as áreas de noite e de dia, e ao mesmo tempo se adaptase ao uso a que serve: cozinha, acesso e arrumação do quarto. Estes armários são feitos em madeira reciclada OSB.

Espaço criado por DTR_studio arquitetos – Mais ideias para escritórios urbanos

O proprietário, como dissemos, trabalha como músico freelancer, por isso, precisava de uma área onde receber clientes e concentrar-se para trabalhar. DTR Studio criou para ele um escritório separado da área de estar, separá-lo estrategicamente ao lado da entrada.A separação consiste em um armário que não chega até o teto, com o fim de que o espaço e a luz fluam. A entrada cumpre, também, a função de quarto de hóspedes.

Espaço criado por DTR_studio arquitetos – Ver mais exemplos de quartos industriais

O mobiliário era antes da reforma, já que pertencia à antiga habitação do músico: “Só se adaptou à nova, jogando com os móveis para delimitar espaços”.

Espaço criado por DTR_studio arquitetos – Ver mais fotos de cozinhas urbanas

Quanto à cozinha e banheiro, em ambos os espaços variam os materiais e acabamentos. Para o mobiliário da cozinha local no norte do OSB e foram colocados armários de fórmica alto brilho, o que facilita a limpeza. As bancadas são de Paulo e os paramentos, como no banho, de revestimento porcelânico, também por razões de higiene.

Espaço criado por DTR_studio arquitetos – Ver mais fotos de casas de banho urbanos

O pavimento de cozinha e casa de banho foi ideia do proprietário, que procurava um material de aparência semelhante à azulejo hidráulico tradicional, para dar um ar “retro”. Os arquitetos optaram por um porcelânico, mais resistente do que a telha de assoalho, simulando a estética vintageque buscava o músico.
Um novo lar para um jovem músico