Vidraças em vez de divisórias

Os fechamentos e as portas de vidro, passaram a ser uma tendência na decoração de estilo industrial. Uma forma criativa, em que se substitui o lugar que, tradicionalmente, ocupam uma parede, por uma cristaleira enquadrada.
Nós não conhecemos o termo correto para se referir a estes divisores de sala de vidro, em nosso país não é muito comum encontrar-nos com eles. Você certamente já deve ter visto em outras ocasiões, esse tipo de janelas, que substituem divisórias. Mas quem gostaria de alterar suas paredes por janelas do chão ao tecto? Contamos as vantagens deste recurso:

Ganha maior amplitude
Este recurso, além de original, é uma solução para conseguir amplitude visual, eliminando as fronteiras que podem representar as paredes, mas conseguindo seu objetivo. Podemos pensar que, substituindo uma parede por uma cristaleira, também ficamos sem privacidade, mas não é algo que não se possa resolver com umas cortinas ou persianas. Além de ganhar espaço visual vários problemas: intimidade, odores, passagem de luz, economia de energia (aquecimento ar condicionado), ganhar amplitude.
Recebe mais luz
As paredes não deixam passar a luz, enquanto que as vidraças que permitem que flua a luz de uma estadia à outra, sem nenhum problema. É uma solução perfeita para aqueles domicílios que, por sua orientação ou arquitetura, não permitem que a luz entre a todas as estadias.
Conceito de “aberto”
Com o passar dos anos e a falta de metros quadrados, o conceito aberto é a ordem do dia. Unificar várias estadias em uma única é algo que está na moda e, à primeira vista, pode parecer muito legal. O conceito aberto esta muito bem, mas tem suas desvantagens: principalmente os odores e ruídos que se propagam por toda a casa. Com as paredes, vidraças conseguir as vantagens do “conceito aberto”, mas você economiza estes inconvenientes.
Vidraças em vez de divisórias